11 de out. de 2018

Tudo sobre o Snow White, o inline artístico que é sonho de consumo de muitos



Já ouvi muito essa frase: "meu sonho de consumo é ter um Snow White".

E você conhece esse patins?

Existem alguns modelos de inline que apresentam grandes semelhanças com os patins usados na patinação artística no gelo.
O mais famoso e mais usado em competições é o "Snow White" (Página do Facebook), comercializado por Arthur Lee.

O Snow White não é um patins completo, é uma base para botas artísticas.

O design de três rodas com apoio central é o último passo na evolução de patins. O  Snow White é extremamente leve e manobrável. Patinadores inline vão adorar a forma como o comprimento menor da base permite curvas mais apertadas e giros mais precisos.
Com a tecnologia desenvolvida, reduz o impacto de torção. Por ser atual e moderno, é compatível com todas as melhores botas para a patinação encontradas no mercado.
No vídeo falo um pouco sobre os tipos de botas para essa base, já que elas são vendidas separadamente.
O freio do SW é compatível com freios Rye, Komplex, Roll Line. As rodas podem ser substituídas por rodas de inline, caso sua opção seja somente lazer.

Vem comigo que no vídeo eu explico melhor:





Tudo o que se faz no gelo, é possível fazer com o Snow White.
Esta é a chamada do Snow White, mais famosa e melhor base (plate) de patins artístico inline.
Vejam que performance incrível da atleta Christine Bertolasi, da Áustria, comparando ambos. 



Onde eu compro? Quanto custa?

A base Snow White é fabricada em Taipei, vendida pelo sr. Arthur Lee.
Para comprar a base via importação, é necessário entrar em contato com ele em inglês, via Facebook. Ele vai questionar o uso, e pode te oferecer somente a base com rodas e freio, ferramentas e parafusos, ou poderá vender o patins montado, já com uma bota a sua escolha, Edea ou Risport. 
Neste caso é necessário que você saiba seu número italiano, pois as botas possuem numeração diferente da brasileira.
O mais indicado, caso você não saiba sua numeração exata, é comprar somente a base, mas mesmo assim terá que informar quantos cm tem o seu pé, pra que o fabricante envie uma base compatível com sua futura bota. A base SW, não pode ser instalada em qualquer tamanho de bota, existe uma tabela de referência de tamanhos:



A compra e diretamente com os fabricantes nos links que passei acima, mediante importação via correios ou Fedex. todas as pessoas que conheço que possuem estes patins, compraram dessa forma. O pagamento é via cartão de crédito internacional, Paypal e afins.
Preço médio da base 250 dólares + frete + taxas de importação, que se forem via Fedex, podem duplicar este valor.
Preço médio de botas Edea/Risport no Brasil  R$ 1200,00 a R$ 3200,00.
Algumas das botas mais utilizadas pra patinação artística inline são: Chorus, Overture, Ice Fly, Concerto, Piano, RF1, RF2 e Royal. Podem ser compradas no exterior ou no Brasil, também pelo importador Fulop. Ele faz a montagem e manutenção deste patins.
Preço médio da bota nacional Fulop Rag Star R$ 480,00
Preço médio da bota Rye Float Ice R$ 1300,00
É extremamente importante usar esse tipo de base com bota de dureza alta!

Se você não quer se arriscar, uma opção é procurar por usados em classificados do Facebook ou sites como Olx. Prepare-se pra valores acima da média.

Uma outra opção é "trazer na mala" quando for viajar a Europa, Austrália, Uruguai ou EUA. Lá o Snow White é comercializado em lojas de patins. Neste caso, vale a pena comprar o patins completo, com a bota.



A compra também pode ser efetuada pelo site http://www.inlinefigure.com/order_1.htm


Tenha em mente, que se você nunca se adaptou a patins inline, terá grandes dificuldades com o Snow White. Se você patina bem no gelo ou faz slalom, não terá problemas com ele.
Migrar do quad pro Snow White, achando que vai arrasar, só porque ele tem freio frontal e salto artístico é pura ilusão!
Aulas de artística tradicional com quad são diferentes de aulas de artística inline. É como começar do zero.

No Brasil, atualmente, aulas de patinação inline artística estão restritas a poucas escolas (na verdade só conheço a Footwork no Sul do país).
Professores de patinação artística no gelo, dão aulas particulares de inline em parques e pistas fechadas.

Um bom caminho para conseguir um Inline artístico usado, é procurar técnicos de gelo.




14 comentários:

  1. Bem específica essa informação né, muito obrigado!!!! Gostei bastante fiquei até com vontade!

    ResponderExcluir
  2. Aiiinn manooo vc me ajudou muitoooo

    ResponderExcluir
  3. Olá, a Rye tem um inline bem parecido com os artísticos, será que teríamos a mesma experiência, se trocarmos as rodas da frente e a de trás?
    Comprar um artístico em meio a pandemia, e com o dólar altíssimo está sendo beeem complicado...

    ResponderExcluir
  4. O certo seria trocar a roda do meio. Não sei se a performance seria a mesma. A bota da Rye é muito mole pra inline artístico, é perigoso pros tornozelos.

    ResponderExcluir
  5. onde eu encontro o freio dele? será que consigo colocar outro no lugar?

    ResponderExcluir
  6. Oi gostaria de comprar esse patins completo mais moro no Rio de Janeiro alguém tem como me ajudar? Meu Whatsapp 021965943191

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse patins é vendido pelos links que informei acima. No Brasil encontrará apenas usados em sites de classificados

      Excluir
    2. Acho que onde eu compro patins aqui em SP eles vão vender mas são planos por enquanto...Derrepente você pode ligar pra eles para lhe avisar quando eles tiverem certeza...compro com eles e super seguro...inline store em SP...da uma olhadinha

      Excluir
    3. conheço a inline store, acho difícil alguma loja do Brasil querer comercializar Snow White com o dólar a quase 6 reais

      Excluir
  7. O patins da rye é igual o snow white? simulação do gelo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é. Tem post no blog sobre ele. Obrigada pela visita!

      Excluir
  8. Para quem já patinou no gelo, inline e depois com quad vai ser muito difícil no inline artístico?

    ResponderExcluir

Patine conosco, deixe seu comentário